Substâncias afastam doenças do coração.

As pesquisas indicam que o ômega 3, conhecido cientificamente como ácido graxo poliinsaturado (AGPW-3), ou simplesmente W-3, quando incorporado à alimentação torna-se um importante aliado na prevenção de doenças do coração. Além disso, funciona como alternativa aos medicamentos antiinflamatórios. "O W-3 colabora em 50% na redução de doenças do coração e também auxilia em 40% na diminuição das inflamações", diz o professor Roberto Carlos Burini, chefe do Centro de Metabolismo e Nutrição da Faculdade de Medicina da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), câmpus de Botucatu. De acordo com estudos realizados com pacientes portadores de retocolite ulcerativa, pênfigo foleáceo (fogo selvagem) e artrite reumatóide, que se transformaram em motivo de teses da Unesp, os efeitos biológicos do W-3 são caracterizados pela diminuição dos níveis de colesterol e, principalmente, de triglicérides.

Os trabalhos comprovaram a diminuição da coagulação sangüínea pela menor adesividade plaquetária e uma melhora no revestimento dos vasos sangüíneos, além da produção de compostos antiinflamatórios. Em Rio Preto, há algum tempo profissionais de saúde têm recomendando o uso dos óleos essenciais aos seus pacientes, não apenas em funçao do problema do olho seco, mas também em diversas situações. Entre os médicos que indicam o uso de ácidos graxos para tratar o olho seco está o oftalmologista Benício Dini de Mendonça. Ele diz que após acompanhar a cura do médico americano Davi Mc Intyre, que sofria de olho seco, não lhe resta dúvidas sobre a importância do ômega-3 neste tipo de tratamento. "Perdi a conta do número de casos que já tratei e que obtiveram ótimos resultados. Não tenho dúvidas em orientar meus pacientes a fazer uso do óleo de linhaça para lubrificar o globo ocular", diz.

Segundo Mendonça, a linhaça é benéfica principalmente em pacientes em casos ligados a doenças reumatológicas. Na opinião do médico, esta medida tem sido muito importante, em especial para pacientes de baixa renda, pois evita seqüelas em pessoas que sofrem o problema e podem ter a doença agravada pela ausência do colágeno e ressecamento ocular. O médico biomolecular Pedro Cesar Martins, de Rio Preto, é outro que prescreve a ingestão de óleos de linhaça e girassol (duas a três vezes por semana) para quadros clínicos como resistência insulínica, depressão, tensão pré-menstrual e hipertensão moderada.

Serviço:
- Sidney Pardo, oftalmologista, fone (17) 3232-5622
- Benício Dini de Mendonça, oftalmologista, fone (17) 3227-2070
- Mário Abbud Filho, nefrologista, fone (17) 3214-7144
- Pedro Cesar Martins, médico biomolecular, fone (17) 3231-5537
- Flávio Vera, agrônomo, fones (17) 3216-7100

Ômega 3 pode ser tomado em cápsula ou na alimentação
O agrônomo Flávio Vera, de Uchôa, que fabrica óleos essenciais ricos em ácidos graxos, diz que o encapsulamento do óleo de linhaça e outros óleos facilita o consumo, já que o produto tem gosto amargo. Para ele, ao usar esses óleos é imprescindível que levar em conta sua procedência e também como ele foi processado. O óleo tem de ser puro e obtido por legítima extração a frio. Apenas dessa forma as moléculas dos ácidos graxos essenciais são mantidas ativas biologicamente e podem favorecer a saúde.

Diário da Região - Que tipo de substância o óleo de linhaça contém para que seja selecionado como o mais indicado para tratar o olho seco?
Flávio Vera - Contém ômega-3, substância também presente em alguns peixes de água fria, que é considerada um ácido graxo essencial ao organismo humano. Por não ser produzido por metabolismo próprio, deve ser ingerido diariamente como suplemento alimentar. O corpo humano deve ter ômega 3 em suas células para se manter sempre saudável e prevenir doenças.

Diário - Por que o ômega 3 é mais concentrado nesse tipo de produto que nos demais óleos?
Flávio - As sementes de linhaça contêm, em média, 50% de ômega-3 em sua composição natural. Se comparado com o óleo de canola, por exemplo, ela é cinco vezes mais concentrada.

Diário - Quando é indicado começar a usá-la?
Flávio - A indicação, no caso da Síndrome do Olho Seco, é feita quando o mal é detectada pelo oftalmologista, que pode sugerir ao paciente ingerir a linhaça para auxiliar no combate ao mal.

Diário - Que quantidade é indicada e como deve ser usado no dia-a-dia?
Flávio - Em geral, os médicos recomendam o consumo de duas a três cápsulas de um grama ao dia. Para quem prefere o óleo líquido, uma colher de sobremesa ao dia. Ele pode ser usado na salada, mas como seu sabor é suavemente amargo, pode ser misturado a óleos como o de macadâmia, amêndoa doce, abóbora e outros que também são ricos em ômega, mas tem maior indicação para uso gastrônomico.

Diário - Quais os riscos de saturar o organismo com estes óleos?
Flávio - Não existe qualquer evidência de contra-indicação, uma vez que esta substância (ômega 3 ) é considerada essencial à boa saúde. A ingestão exagerada pode soltar o intestino.

Diário - Que outros benefícios o óleo de linhaça pode trazer?
Flávio - Segundo estudos clínicos realizados em universidades dos EUA e Europa, existem 32 outras doenças relacionadas à deficiência de ômega 3. Além da síndrome do olho seco. As principais são: hipertensão arterial, colesterol elevado, depressão, reumatismo, artrite, artrose, aterosclerose, esclerose múltipla, alzheimer, TPM e menopausa.

Diário - Após o início do uso, em quanto tempo é possível constatar resultados?
Flávio - O efeito do ômega 3 no organismo humano é cumulativo. Seu efeito varia de organismo para organismo. Em geral, os efeitos são observados a partir da quinta semana de uso, em alguns casos, em até 2 meses.

Outras Notícias

Copyright - Dr. Benicio - todos os direitos reservados - criação de sites - W3mídia
Facebook   Youtube