Implante de lente ajuda a restabelecer visão.

Fabíola Zanetti
O uso dos óculos para algumas pessoas, já na fase adulta,adulta é sinal de que a velhice chegou. Além da preocupação com a estética, existe a dificuldade em realizar pequenas tarefas diárias como ler, usar o computador, costurar e até se maquiar. No entanto, técnica utilizada por oftalmologistas promete devolver aos pacientes qualidade de visão integral para longe, perto e à meia distância ao mesmo tempo. Trata-se da cirurgia de implante de lente intra-ocular multifocal. O procedimento é utilizado principalmente em pacientes vítimas de catarata, mas alguns oftalmologistas já realizam a cirurgia com o objetivo de corrigir casos de presbiopia, conhecida também como ‘vista cansada’, que atinge principalmente pessoas acima de 40 anos. O procedimento promete aposentar os óculos na maioria das atividades diárias. De acordo com o oftalmologista Carlos Figueiredo, do Hospital do Olho de Rio Preto (Horp), dos cerca de 150 pacientes submetidos à operação, no prazo de um ano, 80% não precisam mais de óculos.

Segundo o oftalmologista, um dos primeiros profissionais a utilizar a técnica no Brasil, as lentes multifocais ganham cada dia mais importância entre os novos recursos disponíveis para oferecer uma completa satisfação aos pacientes. “A constante evolução de materiais e formatos, além do aperfeiçoamento de detalhes da técnica operatória, fazem com que uma lente intraocular multifocal seja sinônimo de boa qualidade de visão, tanto para longe quanto para perto.” O procedimento para o implante da lente é o mesmo de uma cirurgia de catarata e a recuperação é rápida. O período de adaptação à lente é de uma a três semanas. Depois disso, o paciente já fica independente de óculos. “ A lente dispõe de uma tecnologia que permite à pessoa não apenas voltar a enxergar, mas enxergar bem”, diz Figueiredo.

Para o oftalmologista Benício Dini de Mendonça, da Pardo Oftalmologia, outro profissional responsável por realizar as primeiras cirurgias utilizando a técnica no Brasil, o implante da lente permite ao paciente a recuperação da visão intermediária, importante nas atividades diárias, como manusear computadores e desenvolver atividades manuais e rotineiras, por exemplo,
Mendonça operou 50 pacientes desde abril do ano passado, quando a técnica chegou ao Brasil. Desse número, metade tinha catarata e o restante apresentava presbiopia. A eficácia do procedimento foi comprovada em 90% dos casos, segundo aponta. O sucesso da cirurgia depende da precisão de um exame chamado biometria, que nada mais é que o cálculo do grau da lente a ser implantada. De acordo com a oftalmologista Marcela Caldas Lopes Pomberg, do Departamento de Oftalmologia do Hospital Ielar, antes de implantar a lente multifocal é preciso deixar o paciente ‘sem grau’, do contrário ele não conseguirá a visão perfeita nem para longe nem para perto.
Por exemplo, para um olho com miopia não pode ser usada a mesma fórmula que se usa para um olho com hipermetropia. “Estes detalhes fazem diferença no final do cálculo do grau da lente”, afirma. A operação de implante da lente custa em média R$ 6 mil, com o exame incluso. Os convênios médicos cobrem apenas as cirurgias de catarata simples, que giram em torno de R$ 4 mil. Nesse caso, os pacientes pagam a diferença. A artista plástica Monique Lietard, 64 anos, tinha catarata e se submeteu ao implante das lentes há dois meses. “Não queria mais usar óculos e decidi fazer (a cirurgia). No dia seguinte, já enxergava normalmente, mas percebo que a cada dia que passa minha visão melhora”, diz.
Benefícios da lente multifocal:


:: Visão intermediária em todas as condições de luz

:: Apoio adicional para longe, em condições de pouca luz. Por exemplo, quando se dirige à noite

:: Boa visão para perto e longe em condições de iluminação moderada a de pouca luz

Fonte - Sociedade Brasileira de Oftalmologia
Dicas para a boa saúde dos olhos:


:: Não usar colírios, especialmente os que contêm corticóides, sem recomendação médica e respeitar o prazo determinado pelo médico para aplicação do medicamento

:: Procurar um oftalmologista imediatamente se notar qualquer inflamação ou sofrer algum trauma na região dos olhos

:: Consultar também o oftalmologista sempre que notar alguma alteração visual. A evolução da catarata é lenta, pode ocorrer primeiro em um dos olhos e a pessoa vai se acostumando com a perda progressiva da visão

:: Não ter medo da cirurgia. Os resultados são animadores e a recuperação, muito rápida

Fonte - Sociedade Brasileira de Oftalmologia

Outras Notícias

Copyright - Dr. Benicio - todos os direitos reservados - criação de sites - W3mídia
Facebook   Youtube